Tendências da NRF 2018

Tendências da NRF 2018

O varejo não está morto”. Com essa frase, Matthew Shay, presidente e CEO da NRF (Federação Norte-americana de Varejo), deu o pontapé inicial ao NRF Big Show 2018.

Organizado em Nova York, o evento reuniu expositores e palestrantes da área de varejo para destacarem o que está por vir nesse mercado e também o que já é realidade em muitos lugares do mundo.

O avanço tecnológico e a mudança de comportamento do consumidor estão transformando o setor de varejo. Para sobreviver nesse ambiente tão competitivo, as empresas precisam inovar como nunca. É o que disseram curadores e especialistas do Grupo GS& Gouvêa de Souza, que acompanharam as apresentações no NRF Retail´s Big Show 2018, em Nova York.

Confira a seguir os principais pontos destacados pelos especialistas:

NRF 2018: Consumidor 

Um estudo recente da NRF descobriu que 65% dos consumidores da Geração Z esperam combinar cupons, descontos e programas de recompensa para controlar  seu dinheiro. Dos 98% da geração Z que fazem suas compras nas lojas, 56% querem que a experiência dentro da loja seja tão envolvente que eles nunca ficarão entediados.

As pessoas nunca tiveram tantas opções para escolher em diversos segmentos. Sem um serviço verdadeiramente bom, fica alto o risco de perder o cliente para outras lojas e outros formatos. É necessário conhecer o seu cliente para poder personalizar o seu serviço e atendê-lo de forma adequada. O quanto mais ele sentir suas necessidades atendidas, mais chances terá de se fidelizar e engajar.

“O consumidor começou a exigir do varejo mais compartilhamento, inovação e conveniência. […] O papel do varejo está tendo de ser repensado para se aproximar mais do consumidor.” -Alexandre van Beeck, sócio diretor da GS&Consult

NRF 2018: Tecnologia

Varejistas, distribuidores e fabricantes nunca tiveram tantos dados à disposição como hoje. O desafio é saber como utilizá-los e transformá-los em informações que gerem ações estratégicas. Ou seja, saber de fato o que deve ser feito a partir desses indicadores e obter resultados cada vez melhores.

“Em todos os cases, de todas as principais palestras, abordou-se a informação, a tecnologia e os dados. O que mais importa não é se você tem os dados, mas sim como vai usá-los. […] A gente precisa entender que a pirâmide inverteu. As informações existem e a gente precisa saber interpretá-las rapidamente. Precisamos parar de investir dinheiro em mídia sem coletar dados. Todo esse investimento que a gente faz gera mais informação para ser interpretada e usada da melhor maneira para entendemos o que o consumidor está falando, para gerar mais receita.” – Fábio Sayeg, fundador e CEO da ZOLY

Neste tema vale o destaque para: os aplicativos que automatizam e gerenciam as atividades dos times de loja, as etiquetas e tabloides eletrônicos e os meios de pagamento e checkouts alternativos.

Este tópico considera uma das palavras mais citadas no evento: inteligência artificial. Foram muitas as palestras e expositores que falaram sobre o uso desta tecnologia para a geração de insights acionáveis e que também colocaram na pauta os conceitos de machine learning e predictive analytics.

NRF 2018: Inovação

“Vemos o fim do ponto de venda como a gente conhece. Agora, o PDV começa a ter um comportamento parecido com o site. São lojas que se modificam por períodos, horários, movimento e nos fim de semana. A publicidade também mudou, agora é basicamente feita com influenciadores.” – Jean Paul Rebetez, partner na GS&Consulting

“Inovação é exploração com sucesso de novas ideias. Quando a inovação não tem sucesso, ela é uma invenção. Vimos nos últimos tempos a questão do Google, que chegou e criou esse novo modelo de inovação com seus escritórios, parecia que toda empresa precisaria pensar diferente. A maioria das empresas teve um pouco de dificuldade para adaptar essa inovação. Da noite para o dia, transformar uma empresa de 50 ou 100 anos em um negócio como o Google não é fácil para ninguém. A chance das empresas hoje de pensar fora da caixa é talvez terceirizar por meio das startups.” – Caio Camargo, sócio diretor da GS&UP

Fontes: 

https://epocanegocios.globo.com/Empreendedorismo/noticia/2018/01/principais-licoes-do-nrf-retails-big-show-2018-para-o-varejo-brasileiro.html

https://www.ecommercebrasil.com.br/noticias/otimismo-palavra-ordem-nrf/

http://www.accera.com.br/blog/vendas-e-marketing/balanco-as-nossas-impressoes-sobre-o-nrf-retails-big-show-2018/

http://www.retailwire.com/discussion/what-do-we-really-know-about-gen-z/