Como devem ser os tabloides do meu varejo?

Como devem ser os tabloides do meu varejo?

Qual a importância dos tabloides no varejo?

Semanais, quinzenais ou mensais, os tabloides no varejo chegam a representar até 47% das vendas de um supermercado, segundo um estudo da R-Dias, assessoria para o varejo. O percentual é tido como elevado, já que as ofertas reduzem a margem, mas sinaliza a necessidade de um trabalho muito profissional. Segundo o consultor Alexandre Ribeiro, 25% deve ser a participação média das ofertas no lucro bruto dos varejos.

Como definir a estratégia dos tabloides?

Planejar os tabloides anualmente com as campanhas promocionais permite negociar melhor com os fornecedores e definir com eles as ações, mas é importante lembrar que quem define estratégia, marcas e produtos é a rede. Essa estratégia pode variar, por exemplo, a loja pode resolver atrair tráfego ou gerar lucro e é possível misturar estratégias no mesmo tabloide.

Uma vez definidas as ofertas básicas, o supermercadista deve partir para estratégias mais sofisticadas, como criar tabloides temáticos ou sazonais, de Páscoa, Volta às aulas, Dia das Mães, Natal”, sugere Romualdo Teixeira. Outra boa possibilidade é montar soluções de consumo, como kits para churrasco ou queijos e vinhos.

Em uma rede com posicionamento gourmet, por exemplo, faz menos sentido um tabloide com produtos básicos do que em uma rede para a baixa renda. Já numa loja dirigida ao público A, funciona melhor uma oferta de picanha do que em um supermercado dirigido ao público C. Trabalhar com categorias e marcas formadoras de imagem, como arroz e sabão em pó, é um recurso de bom impacto, mas se limitar a essa decisão é perder oportunidades.

 Como deve ser o tabloide do meu varejo?

Quanto mais planejado e estratégico for o tabloide, maior será o retorno financeiro da campanha de ofertas. Não sabe muito bem qual padrão seguir no seu tabloide? Confira o que os consultores do mercado sugerem:

O tamanho

– Tabloides regulares não precisam ter mais do que quatro páginas, e devem apresentar no máximo 20 ofertas em cada uma.

– Tabloides especiais ou sazonais podem ser maiores, com até 12 páginas.

A capa

– Publicar as ofertas mais agressivas que retratarem a estratégia para logo criar impacto no consumidor.

– Disponibilizar poucas ofertas a fim de não gerar confusão, no máximo umas cinco.

As ofertas

– Devem ser trocadas regularmente, se a loja for mais focada em perecíveis, ou no mínimo quinzenalmente, se a loja for abastecedora.

– Deve-se agrupar as ofertas em soluções de consumo, como queijos e vinhos ou cervejas com produtos de churrasco, dependendo da preferência do seu público.

As informações

– É importante incluir informações sobre sua loja, ou até dicas relacionadas ao seu negócio, como receitas ou características de produtos.

– Mesclar produtos de diferentes departamentos para aumentar o fluxo de clientes e conduzir o consumidor a vários corredores

Quais são os erros mais comuns nos tabloides?

Apesar do varejo ser um mercado amplo e altamente concorrido, os erros na produção dos tabloides não se diferenciam muito de uma empresa para a outra. Veja o que pode prejudicar a rentabilidade das promoções:

– Incluir mais de uma marca de uma mesma categoria.

– Apresentar o mesmo item em várias páginas do tabloide.

– Usar o tabloide para escoar excesso de estoque.

Não estimar corretamente a demanda do item em oferta.

– Criar tabloides com número excessivo de ofertas.

Não verificar a descrição dos produtos ofertados.

– Informar o preço diferente ao que foi definido pelo comercial.

Veja o nosso Infográfico – 6 Dicas para melhorar os resultados do tabloide.

Como evitar que esses erros aconteçam?

Primeiramente, durante a elaboração de cada encarte, é importante que o setor de compras preocupe-se em negociar com os fornecedores corretos e que o diretor comercial analise e aprove apenas as ofertas condizentes. Também deve-se verificar os encartes por completo antes de irem para as lojas e serem divulgados para os consumidores. Isso diminui os erros que trazem problemas para o cliente na hora de passar os produtos no caixa, porém é um trabalho operacional difícil de ser totalmente assertivo.

Para facilitar essa atividade e garantir que não haja erros, é possível automatizá-la com a Smarket. Na diagramação realizada no próprio software, é possível apenas utilizar a descrição do produto e seu preço de venda aprovados pelo diretor comercial e isso só pode ser modificado por ele, o que garante a eficácia do encarte. Você também pode conferir o nosso infográfico – 9 Passos para um tablóide.

 Fonte: http://www.sm.com.br/detalhe/tabloides-sem-improviso