Tecnologia no varejo: custo ou investimento?

Tecnologia no varejo: custo ou investimento?

Qual a influência da tecnologia no varejo?

Em um setor tão grandioso e mutável quanto o varejo, as empresas precisam “pensar fora da caixa” e buscar por soluções que facilitem suas operações e aumentem os lucros. Com a importância da retenção e utilização de informações, recorrer à tecnologia no varejo permite às empresas realizarem suas atividades com uma melhor eficiência.

Ela é simplesmente uma alternativa criativa para impulsionar os negócios. Percebe-se uma oportunidade aos varejistas que estiverem mais bem preparados em relação às soluções de automação disponíveis no mercado. Das mais simples às complexas, baratas até as caras, esses investimentos serão sempre vantagens competitivas, proporcionando uma diferenciação no mercado.

O que a tecnologia no varejo proporciona às empresas?

Redução da mão de obra

Hoje em dia a mão de obra significa grande parte dos recursos, tanto financeiros quanto de tempo. Além disso, representar grande parte dos erros de execução dos varejos. Utilizar a tecnologia permite aprimorar as tarefas e assim realocar a mão de obra em outras áreas, ou até sua diminuição. Tudo isso com foco na redução custos expressivos.

Maior segurança das informações

O armazenamento e a disponibilização das informações das empresas são fatores que influenciam diretamente nas tomadas de decisões. Por isso, cada vez mais a tecnologia tem papel fundamental nisso. Os sistemas mais inovadores não apenas protegem os dados contra possíveis intrusos, como evitam a perda de informação que ocorre nos métodos mais tradicionais.

Otimização dos processos

Quando implantadas, as tecnologias muitas vezes reduzem os esforços operacionais dos varejos. Isso proporciona uma maior produtividade, onde as decisões estratégicas são realizadas em um período e com um embasamento adequado.

Qual o papel das redes sociais nos varejos?

Atualmente as redes sociais são ferramentas de relacionamentos criadas a partir de tecnologias e buscam, no mundo corporativo, conectar um produto ou serviço a um público definido por meio de suas afinidades, gerando interações, comunicação e vínculos sociais.

Os brasileiros buscam, por meio das redes sociais, descobrir e pesquisar feedbacks de novas marcas, seguir suas marcas favoritas. Sim, as redes sociais influenciam na decisão final do consumidor. Portanto, o varejo pode “se aproveitar” desse momento e da preferência dos brasileiros e começar a “dominar” este mundo de 5 formas.

Como as minhas redes sociais podem trazer resultados?

Presença de marca

Ter uma boa presença online possibilita uma comunicação mais direcionada. Isso porque gera engajamento com a marca, criando uma identificação dos valores pessoais e culturais da empresa com o seu público.

Aproximação de relacionamento

Atualmente, os usuários querem se relacionar com quem agrega algo para ele, seja informação, diversão ou entretenimento. Para o varejista, ter um relacionamento próximo com seu público é estar um passo à frente à concorrência.

Feedback

Uma das grandes vantagens das redes sociais é o feedback de seus seguidores e suas informações e ações podem ter repercussão por parte dos clientes. Isso pode ser bom ou ruim, cabe ao varejo gerenciar os canais e se colocar no lugar do cliente no momento de interação.

Ações Promocionais

Comunicar promoções nas redes sociais é uma excelente maneira de divulgar a proposta da marca. Elas irão funcionar se a empresa tiver pessoas engajadas e promotoras da divulgação.

Quais são as tendências das tecnologias nas Brick-and-mortar stores*?

*“Brick-and-mortar stores”

Qualquer tipo de loja física, as que vem tendo trabalho duro para competir com as compras online e têm usado a tecnologia para criar uma grande experiência ao consumidor.

Beacons

São hardwares relativamente baratos e pequenos o suficiente para serem plugados na parede ou instalados sobre um balcão que permitem localizar objetos (ou pessoas que carregam esses objetos) com muito mais precisão dentro de ambientes fechados.

NFC & Digital Wallets

Com o NFC, os smartphones acessam informações sobre produtos e preços apenas detectando as etiquetas na prateleira e adicionando os itens à sua cesta. Já com as “digital wallets” (carteiras digitais), basta cadastrar o cartão de crédito/débito no smartphone, que ao finalizar as compras, o cliente pode rapidamente pagar por seus itens.

RFID 

A Identificação por Rádio Frequência é um método de identificação automática por sinais de rádio que possibilita a consulta em tempo real da movimentação do estoque. Ela permite perceber tendências nas vendas e popularidade das peças, além do acompanhamento da movimentação dos itens desde o estoque, até a saída da loja.

Qual a dificuldade de implementar uma tecnologia no meu varejo?

Isso depende da complexidade da tecnologia a ser implantada. Na Smarket essa integração é simples e é realizada através da troca de informações realizadas com os ERPs dos varejos. Em geral as tecnologias são preparadas para facilitar a vida dos varejos e não causar problemas.

Afinal, tecnologia é um custo ou investimento?

 O importante ao avaliar os esforços financeiros em tecnologias é verificar se os benefícios que ela proporciona são superiores ao valor que por ela é cobrado. O grande erro é que na maioria das vezes os varejos veem apenas o preço da solução e não enxergam que investir naquilo, proporcionará um lucro e uma vantagem competitiva muito maior do que o simples valor que ele pagará para utilizar a tecnologia.

Fonte: http://bit.ly/29GgdHe

Fonte: http://bit.ly/29Ggfio

Fonte: http://bit.ly/29GgeLp