Qual o impacto das redes sociais no varejo?

Qual o impacto das redes sociais no varejo?

Como a geração digital enxerga as redes sociais no varejo?

O comportamento dos consumidores varia de acordo com as gerações e vemos que aqueles que hoje tem entre 18 e 24 anos (geração digital), sofrem forte influência da internet e das redes sociais no varejo na hora de decidir o que comprar. Segundo a pesquisa da consultoria PricewaterhouseCoopers (PwC), feita em 2015 para avaliar os fatores de mudanças do varejo no Brasil e no mundo, 77% dos entrevistados acreditam que as redes sociais impactam na sua decisão de compra.

Qual é a influência das redes sociais no varejo brasileiro?

Nos 19 países em que a pesquisa foi realizada, 62% dos 19 mil consumidores, na média, declararam que fizeram suas compras influenciados pela interação com o seu varejo favorito por meio da rede social. Já no Brasil o peso das redes sociais na decisão de compra é ainda maior, superando o impacto da média global.

O surgimento das novas redes sociais, juntamente com a popularização dos equipamentos eletrônicos como os smartphones, tablets e notebooks, criou a cultura de contribuição social nos mais diferentes momentos do dia. As pessoas estão frequentemente compartilhando experiências e isso contribui para a criação de imagem das empresas.

O que os brasileiros querem com as redes sociais no varejo?

Segundo a pesquisa da consultoria PricewaterhouseCoopers (PwC), os brasileiros querem principalmente:

– Descobrir marcas (43%).

– Pesquisar retornos (feedbacks) sobre uma marca (43%)

– Seguir marcas favoritas (39%).

As redes sociais no varejo tem relação com as lojas físicas?

Os varejos tradicionais vêm percebendo no dia a dia a influência das redes sociais no hábito de compra do consumidor. Em 2013, por exemplo, 36% dos entrevistados fizeram compras online por meio de tablets e telefone celular, já em 2014, essa fatia atingiu quase 60%. Além disso, 86% dos brasileiros já pesquisaram sobre os produtos em lojas físicas e compram no comércio online.

Contudo, isso não significa que as redes sociais devam ser inimigas das lojas físicas. Elas têm que despertar, através de um relacionamento com o público, a empatia e vontade de realizar suas compras na loja física. Não apenas isso, as redes sociais devem ser instrumentos de comunicação entre o varejo e seus clientes, tanto que a mesma pesquisa mostra que 78% dos entrevistados já optaram por primeiro pesquisar sobre o produto na internet e depois adquirir na loja.

Como os varejos podem se dar bem utilizando as redes sociais?

Independentemente se você já utiliza as redes sociais para se comunicar com o público ou se pretende fazê-lo algum dia, existem 6 práticas que podem auxiliar você a obter êxito na atividade:

1 – Perca o medo das redes e comece a explorar o que cada uma pode te proporcionar

2 – Planeje e invista o seu tempo em administrar suas redes sociais

3 – Conheça o seu público que você quer atingir e transmita a mensagem que ele quer receber

4 – Seja organizado nas suas interações e mantenha uma periodicidade nas publicações

5 –Monitore o andamento das suas ações

6 – Meça os resultados das suas atividades e veja as que mais valem a pena

Redes sociais da Smarket

Nós também temos as nossas redes sociais, ficou curioso em conhecer? Visite o nosso Facebook, LinkedIn e Twitter.

Fonte: http://bit.ly/29ZJc9H

Fonte: http://bit.ly/29ZJwFK