O que é o varejo e como ele evoluiu ao longo do tempo?

O que é o varejo e como ele evoluiu ao longo do tempo?

O que é o varejo?

Varejo é a venda de produtos ou a comercialização de serviços em pequenas quantidades. Ao contrário do que acontece na venda por atacado, o varejo é a venda direta ao comprador final do produto ou serviço, sem intermediários.

Hoje no Brasil, podemos dizer que o setor do varejo é bem segmentado. Nele, vemos supermercados e hipermercados, farmácias, concessionárias de veículos, lojas de vestuários lojas de materiais de construção, lojas de móveis e decoração, postos de gasolina, lojas de eletroeletrônicos, livrarias, entre outros.

Como o varejo surgiu e evoluiu no mundo?

Antigamente, o homem buscava suprir suas necessidades básicas com atividades, como a caça, pesca, posteriormente a agricultura, entre outras. Contudo, com o aperfeiçoamento dos meios de produção, começaram a surgir os excedentes, que viraram moeda de troca. Com o passar do tempo, por volta de 1700, as atividades comerciais ficaram cada vez mais fortes, tanto que começaram a surgir as moedas e os bancos. Então, com a Revolução Industrial a partir do século XIX, os crescimentos das cidades mostravam o surgimento das necessidades da população e com isso as indústrias precisavam acompanhar o ritmo.

A partir daí, começou-se a observar uma mudança na forma de oferecer os produtos. Em 1850, surgiu em Paris a primeira loja de departamentos, a Bon Marchè, pioneira na técnica de agrupamento dos produtos em categorias.  Logo depois, em 1912, os Estados Unidos inauguraram a primeira loja do mundo com atendimento por autosserviço, o “cash and carry” ou “pague e leve”.

Como o varejo surgiu e evoluiu no Brasil?

O varejo no Brasil começou na época da colonização portuguesa, quando os portugueses fizeram os índios de escravos para extrair as riquezas naturais e as vendiam em grande quantidade, tanto como matéria-prima, quanto em forma de diversos produtos. Assim, a cultura de varejo perpetuou na sociedade nas épocas das plantações de café, algodão, cana de açúcar, entre outros, que os consumidores adquiriam os produtos e pequenas quantidades.

Até o século XXI, o varejo passou por uma evolução muito grande. Essa influencia ocorreu principalmente pela globalização e pela evolução da internet. Esse setor tem se expandido com o passar do tempo e se tornado mais competitivo com as estratégias e investimentos que são praticados, afinal, o varejo está presente no dia a dia dos brasileiros e as empresas precisam conquista novos clientes e fidelizar os atuais.

Quais foram os primeiros supermercados do Brasil?

Na verdade o mais correto não é afirmar que foram os primeiros supermercados. É mais fácil considerar que foram as primeiras experiências em do setor que o Brasil presenciou. Afinal, as empresas desse ramo passaram por diversas modificações até os dias de hoje.

As primeiras experiências foram:

– Tecelagem Paraíba, em janeiro de 1953, no estado de São Paulo.

– Supermercado Americano, em março de 1953, no estado de São Paulo.

– Sirva-se, em agosto de 1953, no estado de São Paulo.

– Peg Pag, em dezembro de 1954, no estado de São Paulo.

– Disco, em novembro de 1956, no estado de São Paulo.

– Pão de Açúcar, em abril de 1959, no estado de São Paulo.

E atualmente, o que é um varejista e quais as suas funções?

O varejista negocia e compra em grandes lotes junto a indústria (ou fabricante). Então, vende em unidades menores para os consumidores finais. Mas ele também pode ser um prestador de serviços, pois ao vender um produto, ele pode vir a oferecer serviços de entrega, montagem e instalação, entre outros.

Entre as funções que os varejistas executam, pode-se ressaltar:

Vender

Promover o produto, junto ao mercado e aos clientes.

Comprar

Negociar uma variedade de produtos de vários vendedores na indústria para revenda.

Selecionar

Seguir um critério de escolha do tipo de produtos a serem oferecidos.

Financiar

Facilitar a compra dos clientes através de cartão de crédito, boleto e parcelamento;

Armazenar

Proteger o estoque para que os produtos estejam em perfeitas condições no momento da oferta aos clientes.

Distribuir

Buscar dividir (distribuir) as quantidades de acordo com a demanda dos clientes deixando os produtos o mais próximo possível do que eles esperam encontrar;

Transportar

Planejar a logística da movimentação dos produtos, o que está relacionado com a entrega executada pelo transporte.

Controlar a qualidade

Estar na linha de frente com o consumidor e buscar adequar as condições do produto para satisfazer o consumidor.

Satisfazer os clientes

Levar em conta as reclamações, sugestões, e todas as informações que os clientes expressam e planejar planos de ação para elas.

Fonte: http://bit.ly/2eJlscT

Fonte: http://bit.ly/2eJmq90

Fonte: http://bit.ly/2eJnREj