Como eu posso diminuir os efeitos negativos dos furtos no varejo?

Como eu posso diminuir os efeitos negativos dos furtos no varejo?

Quem são os principais responsáveis pelos furtos no varejo?

Uma pesquisa realizada pela organização britânica Barômetro Global de Furtos no Varejo apresentou um ranking dos países com maior incidência de furtos no varejo e mostrou que clientes e colaboradores são os principais responsáveis por, pelo menos, 70% das perdas constatadas. Os furtos, tipo de perda muito comum, quando são cometidos por eles, são diferentes entre si. Pelo fato de não se conhecer ao certo quem são os clientes que entram na sua loja, não é possível prever os seus comportamentos, o problema é quando os furtos ocorrem internamente, nesse caso, há algum erro no processo com os seus colaboradores.

Em quais datas acontecem mais furtos no varejo?

Principalmente nas datas sazonais. O natal, por exemplo, além de apresentar um alto teor de furtos, tem seus alvos preferidos. Nesse período, as mercadorias mais visadas são as bebidas comemorativas, como espumante e uísque, sendo que além de levarem os produtos, os clientes chegam a trocar a etiqueta para pagarem menos.

Outros produtos que merecem cuidados durante as festas de fim de ano são as carnes típicas, como peru, chester, pernil, entre outras, além de panetones e frutas secas. Além dessas mercadorias, há um consenso entre supermercadistas e fabricantes de equipamentos de segurança de que qualquer produto caro, que seja fácil de esconder e tenha apelo de revenda ou para uso próprio, está na mira de furtos dentro da loja.

Como evitar os furtos no varejo cometidos pelos clientes?

Deslocar as câmeras de segurança e funcionários para seções mais críticas do supermercado é uma alternativa para inibir os furtos, mas essa medida é apenas paliativa. O problema precisa ser combatido no dia a dia, com uma prevenção realizada o ano todo e deve contar com uma série de treinamentos da equipe e por ações para reduzir a rotatividade nesse setor.

Antigamente não se viam gestores focados na área de prevenção de perdas e de furtos, mas cada vez mais eles estão presentes no mercado. Mesmo assim, acredita-se que algumas empresas do setor ainda não investem em prevenção, principalmente nos equipamentos, porque têm dificuldade em calcular o retorno do investimento (ROI) devido à falta de informação. Ou seja, ainda há muitos supermercados que não conseguem identificar quanto e o que perdem com furtos e demais tipos de perdas.

8 dicas para combater furtos no varejo

                 1. Seja preventivo

Adote uma estratégia de prevenção de furtos para evitar o problema a longo prazo. É mais indicado do que apenas recorrer a ações reativas.

2. Capacite o seu pessoal

Treine e qualifique as pessoas. Os funcionários devem estar motivados e engajados com todo o processo. Assim, eles terão a confiança da empresa e vice-versa.

3. Meça seus resultados

Promova auditorias e crie indicadores de resultados para medir as ações que estão sendo executadas.

4. Adquira as tecnologias corretas

É indicado investir também em tecnologia com softwares, hardwares, sistemas de CFTV (Circuito Fechado de Televisão), VEM (Vigilância Eletrônica de Mercadoria), sistemas de identificação de documentos falsos, entre outros.

5. Não deixe seu medo atrapalhar suas vendas

Não é indicado tirar das gôndolas produtos de alto valor agregado, principalmente bebidas. Com prevenção, é possível atrair o consumidor com tranquilidade até esse produto.

6. Procure reduzir os furtos ao máximo

Não há perda zero e nenhum equipamento é 100% eficaz. É necessário combinar sistema com pessoas treinadas.

7. Não basta proteger um produto ou outro

Lembre-se de que produtos protegidos levam os mal-intencionados a mudar sua rotina de roubo. Quando entram no supermercado, fazem avaliação sobre a forma de proteção adotada.

8. Combine estratégias diferentes

Uma solução sozinha não vai reduzir furtos. Colocar a câmera mais potente no teto da loja não vai fazer milagre. É preciso, além disso, cuidar da retaguarda e orientar sobre a melhor forma de abordar os consumidores.

Fonte: http://artan.com.br/sub-textos/funcionarios-e-clientes-sao-os-agentes-de-70-dos-furtos-no-varejo

Fonte: http://www.sm.com.br/detalhe/gestao/saiba-evitar-furtos