Como diminuir os gastos do meu varejo?

Como diminuir os gastos do meu varejo?

Por que reduzir os gastos do meu varejo é importante?

A quantidade de gastos do meu varejo poderia ser menor? É essa pergunta que muitos varejistas fazem, conhecem a resposta, mas não sabem o que fazer para mudá-la. Conviver com as mudanças do mercado, mantendo um padrão de qualidade é o que qualquer varejista busca. Ainda mais sem repassar esse aumento das despesas ao consumidor final. Dessa forma, mapear os gastos e estabelecer estratégias de corte com base no que realmente é possível reduzir ou eliminar são passos essenciais na gestão do varejo.

Com bom planejamento, os varejistas podem analisar e identificar a redução de alguns serviços sem alterar áreas prioritárias, uma vez que implicaria em menores receitas. Além disso, algumas áreas que já atuam com orçamento apertado podem ser comprometidas.

Como saber se eu estou reduzindo os gastos do meu varejo?

Uma ótima maneira de verificar se o que é produzido condiz com os gasto é mensurar a Produtividade x Lucro. A partir do momento que os lucros não estão de acordo com o planejado, pode ser a hora de rever a produtividade e isso pode estar atrelado às despesas do varejo. A ordem em momentos de turbulência econômica é sempre fazer mais por menos.

Para reduzir os custos no varejo 3 passos são muito importantes:

1 – Estabelecer um bom planejamento.

2 – Analisar e identificar os gastos que podem ser reduzidos.

3 – Ter metas de redução de gastos.

Quais gastos do meu varejo eu posso reduzir?

Energia elétrica

No varejo, a despesa com energia elétrica deve ser cuidadosamente analisada, uma vez que corresponde a um valor relevante perante a margem de lucro. É possível encontrar alternativas viáveis para a sua redução. O primeiro passo é entender de onde está vindo o custo de energia e o segundo é estudar as alternativas para redução do consumo da energia, como por exemplo substituir refrigeradores por modelos mais modernos, projeto de iluminação 100% com lâmpadas LED, entre outros.

Folha de Pagamento

A redução de custo na operação da loja é um desafio devido ao risco de comprometer o atendimento ao cliente final, porém no escritório a conta é bem mais fácil de se fazer. A maior despesa no escritório é a folha de pagamento, por isso, fique atento à produtividade de cada colaborador. Atividades que envolvem tarefas repetidas devem ser repensadas, buscando formas de automatizá-las. Trabalhar com um sistema de gestão (ERP) específico para o varejo é fundamental para alcançar esse objetivo Entenda a importância de um ERP para o varejo.

Impostos

Outro ponto de atenção é o pagamento correto dos impostos. O varejo lida, diariamente, com uma grande movimentação de mercadorias, lidar com os impostos, além de muito complicado, é oneroso. Por falta de organização ou de conhecimento profundo da legislação, muitos varejistas acabam pagando mais impostos do que deveriam. Nesse sentido, uma maior aproximação com o seu contador e a utilização de um sistema de gestão que facilite a rotina do escritório são fundamentais.

Contas de telefone e internet

É difícil imaginar uma empresa funcional sem ao menos um dos dois itens, mas para reduzir gastos com telefone e internet é bem fácil. Primeiro você precisa saber qual é realmente a necessidade de sua empresa: se realiza mais ligações locais ou interurbanas, se elas são para telefones fixos ou móveis. O mesmo vale para a internet, você precisa saber qual a velocidade necessária para suprir a sua demanda.

Passagens aéreas

Suas reuniões precisam mesmo ser presenciais? Tentar realiza-las por vídeo conferência pode diminuir bastante suas despesas. Mas se for necessário viajar, utilize diversos sites para sua pesquisa de passagem, tente comprar com antecedência, ser flexível e lembre que voar na quarta-feira ou sábado tende a ser mais barato.

Estoque mal planejado

O setor de compras de sua empresa deve estar antenado às necessidades do mercado e aos produtos mais vendidos pelo seu varejo. O capital aplicado em produto que não tem giro faz você perder dinheiro, pois além de não render, te traz gastos com armazenamento e possível deterioração. Você sabe o que representam as rupturas no varejo? Veja como não perder dinheiro com os estoques.

Fonte: http://www.infovarejo.com.br/conheca-4-dicas-para-reduzir-custos-no-varejo/